Monday, January 21, 2008

A minha avó, a criminosa




Há uns tempos, fiz um post sobre a Libaninha, a minha avó. Se é certo que ela ja teve uma «cabeça» melhor, também é certo que mesmo meia lélé, a velhota não deixa de surpreender. No Natal fez uns 20 pudins, para familia, amigos, caixas de supermecado e para quem lhe pediu. O que ela não gosta é de estar parada, e o q ela gosta (adora) é falar. Fala sozinha, fala com quem encontra, fala com as caixas do supermecado, fala com a Tv (com a Tv tem verdadeiros diálogos). Não há quem não simpatize com a Velhota, e acabam sempre por lhe contar a vida toda (normalmente as misérias da vida). E lá vai a Libaninha com um pudim para adoçar a vida de alguém.


Se também ha coisa q a minha avó sempre foi, é distraída. Com a idade, piora. Se eu com os meus ** (não revelo a idade :P) sou como sou, imaginem a Libaninha com os seus 82 anos. Uma das coisas q a minha avó faz com regularidade são compras no Minipreço. Quase diáriamente a velhota vai lá. E foi no Minipreço que ela se tornou uma criminosa.


Um destes dias, antes de ir ao Minipreço, foi ao talho. Comprou a carne que queria e depois foi ao supermecado. Levava a saca da carne, que mostrou á entrada do supermecado, como mandam as regras. Depois lá foi para os corredores. Como já tinha as mãos cheias, guardou na saca da carne 4 pacotes de bolacha Maria. Foi para a caixa, pagou o que tinha e esqueceu-se das bolachas.


De volta a casa, abriu o saco da carne e deparou-se com o crime: ela n tinha pago as bolachas, o que fazia dela uma criminosa, do nível do solitario ou do Vale e Azevedo! Bem... a honestidade da velhota desmronou-se. Entrou em pãnico. Segundo ela, já nem era a mesma pessoa! E agora? «ai meu deus o q eu fui fazer»


A velhota só descansou quando voltou ao mini-preço para fazer um «mea culpa» e pagar as ditas Bolachas. Aposto que foi pelo caminho com medo de ser presa no meio da rua, perseguida por agentes do SIS, GNR; FBI (sim, pq o crime era grave)!!!


Escusado será dizer que quando ela disse á menina da caixa q estava doente pq n pagou as bolachas a miuda deve ter ficado com cara de parva.


Uma coisa é certa.... naquela noite a Libaninha não dormiu. No dia seguinte ainda não estava bem, e dois dias depois o ritmo cardiaco dela estava ainda acelarado. Só a xanax é q ela foi ao sitio.


E ainda dizem que não há pessoas honestas!!!


Adoro-te, velhota!

3 comments:

Xixas said...

Uns com tanta e outros com tão pouco!

Jinhos!

Miguel said...

ju está a piscar a tua janela do Msn.. e não fosse o exame amanhã, o teu blog merecia uma grande vista de olhos! assim farei, em breve :)

...Lu... said...

Já não há pessoas assim!!!!